Peso e composição corporal: saiba a diferença

O peso não é uma medida que reflete a composição corporal. Indivíduos que, muitas vezes, têm o peso dentro do recomendado para altura podem ter uma composição corporal inadequada.

É importante que saibamos que nosso corpo possui quatro grandes compartimentos: o de água, o de músculos, o de ossos e o de gorduras. E cada uma desses compartimentos tem um peso. E o peso corporal formado pela somatória do peso destes quatro compartimentos.

Se estivermos em um momento de hiperidratação, o que conhecemos por edema ou inchaço, estaremos mais pesados. Ou mesmo se formos mais musculosos, também pesaremos mais.

 

Em que momento o pesar é importante?

O peso pode nos auxiliar numa avaliação temporal. A partir do momento que determinamos nossa composição corporal, o ato de subir numa balança periodicamente pode nortear este controle.

 

Como determinar a composição corporal?

Um desses métodos é a antropometria, que é a determinação da composição corporal através das medidas das circunferências do corpo. Afere, de forma aproximada, o percentual de gordura e de músculo que cada indivíduo examinado possui. A desvantagem deste método é que ele pode variar muito dependendo do examinador, e por isso recomenda-se que seja sempre feito pelo mesmo profissional.

Outra forma existente para se diferenciar compartimentos corporais é a bioimpedância. Este é um método aprovado pela ANVISA, que avalia a composição corporal através da análise da resistência que os tecidos impõem à passagem de uma corrente elétrica segura, a biorresistência. Através dela é possível se estimar as quantidades de gordura, massa muscular, água, minerais, taxa metabólica basal e consumo calorico recomendado a cada indivíduo. A grande desvantagem deste método é que os aparelhos mais precisos tem um custo elevado. Gestantes e portadores de marcapasso devem informar antes de realizar este exame.

De toda forma, mesmo que, por algum motivo, não seja possível determinar a composição corporal pelos métodos disponíveis, isso não invalida as medidas para se alcançar hábitos saudáveis de vida.

 

Resumindo:

Evite pesar-se excessivamente, isso pode gerar uma ansiedade que muitas vezes não se justifica. Quando o fizer, que seja pela manhã, ao acordar, em jejum e após urinar e evacuar.

Tenha em mente que não se emagrece passivamente, a não ser que haja alguma doença não detectada. Se deseja ter um peso saudável, entenda que uma atitude de mudança é imprescindível.

Orientações embasadas cientificamente, que sejam factíveis, ou seja, que sejam seguras e viáveis, alimentos de verdade, suplementações indicadas quando são realmente necessárias, tudo individualizado de acordo com a necessidade, auxiliam sobremaneira todo este processo.  Para isso sempre procure auxílio de um profissional capacitado.

Comentários
Dr. Juliano Antunes

Posted by Dr. Juliano Antunes